Lifestyle

Duas praias paradisíacas com trilhas próximas a Lisboa

Por Ju Acácio - 30 de agosto de 2018

Receber amigos e apresentar a capital portuguesas, me deixa não só muito feliz como também eufórica. Fico torcendo para dar tempo de fazer uma programação completinha, onde seja possível visitar todos os cantinhos lisboetas. Nas duas últimas semanas, recebi um dos meus melhores amigos (oi Rômulo!) e desta vez foi diferente, uma vez que não só apresentei os locais mas, passei a conhecer outros também. O ineditismo tem o seu encanto e eu me apaixonei por dois lugares que descobri por aqui. Um combo de trilha + natureza + praia + cenário paradisíaco. Uma paisagem tão linda quanto o desafio de se chegar até lá, acho que é bem isso.  

Praia da Ursa

A praia da ursa é a mais ocidental de Portugal Continental e também considerada uma das mais belas do país. Fica pertinho do Cabo da Roca e isto significa que está a uns 50 minutos de Lisboa, no concelho de Sintra. O acesso é bem difícil, eu confesso que não tinha ideia do quanto! São pelo menos 40 minutos em uma trilha que às vezes, dá vontade de desistir de tão íngreme e acidentado. Logo quando chegamos (antes de começar a trilha) eu olhei para as pedras enormes do alto do morro e, não consegui entender como seria possível chegar até a areia, hahaha! No entanto, se você tem um pouco de preparo físico, todo o esforço vale a pena. São aproximadamente 50 metros de extensão de areia e mar bravo mas, o cenário é realmente paradisíaco. Um paredão de pedra de frente para o mar e outras enormes espalhadas pela praia, vegetação rasteira, azul singular do mar e do céu. Incrível!

O lugar também faz sucesso entre nudistas e eu nunca tinha ido a nenhuma praia assim, onde o naturalismo reina e ninguém te olha de cima em baixo. É preciso levar água e comidinhas já que a Praia da Ursa não tem qualquer estrutura de bar, mas, acho que isso já ficou claro por conta do estilo a “la paraíso”, né nòn? Uma vez lá, você esquece o mar bravo e a trilha acidentada. É possível renovar as energias e se desconectar completamente do resto do mundo.

Juan Salomão/ Rômulo Correa/ André Sá Fonseca/ Diogo Vieira

Beach Essentials
Agua Termal/ hidratante labial/ protetor de rosto/ protetor de corpo/ spray para o cabelo/ óleo corporal

Praia Ribeiro de Cavalo (ou Ribeira do Cavalo)

No dia seguinte, foi o momento de desbravar outro destino incrível: a Praia da Ribeira do Cavalo. Ela fica localizada em Sesimbra, distrito de Setúbal (uns 40km de Lisboa). Assim como a Praia da Ursa a trilha é bem acidentada, nível hard mesmo. Metade do caminho é uma trilha tranquila pelo arvoredo e da metade para frente já é mais puxado e íngreme. Por isso atenção: nada de chinelos e sandálias, coloque o seu tênis mais apropriado and go! Além disso, leve água e comidinhas porque você não vai encontrar nenhuma estrutura por lá. Diferente da praia da Ursa que estava bem tranquila, a Ribeiro de Cavalo é mais cheia de gente, porque também há a opção de não fazer a trilha e chegar por barco a motor saindo da praia de Sesimbra (o que na minha opinião, facilita mas, perde um pouco a graça da conquista de se chegar a praia após uma trilha difícil). O mar naquele dia estava bem tranquilo, sem ondas. Eu, que sou a mais fresca do mundo para entrar na água, consegui dar um mergulho!

Vista da praia um pouco antes de chegar na areia

Cunhado – Juan Salomão

Amigo lindo que sugeriu o passeio praia + trilha – Rômulo Correa

Sensualizany

 

Chego a conclusão de que não tenho uma favorita porque estou verdadeiramente apaixonada por ambas as praias. Agora é torcer para o verão demorar a ir embora para dar tempo de voltar nas duas mais uma vez!

 

Beijinhos e até a próxima aventura 🙂

 

0 Comments
Deixe um comentário