Lifestyle

Museus, Galerias & Monumentos para visitar em Florença – parte I

Por Ju Acácio - 21 de novembro de 2017

Como prometido eis aqui os lugares por onde passamos e aproveitamos em Florença. Andiamo!

Foram 3 dias e conseguimos visitar a maioria do que estava programado, mas, não deu para ver tudo. É muita coisa, gente! E, visitar com pressa, só para dar o “check” na lista dos “visitados”, definitivamente não é a minha vibe. O que me acalmou (já que não consegui ver tudo) foi a certeza de que vou voltar alguma(s) outra(s) vez(es). Esta sensação me fez relaxar completamente e, deu para aproveitar melhor a atmosfera de Florença, andar sem correria e conseguir reparar os mais lindos detalhes, fosse de um quadro, uma fachada ou uma rua charmosa e estreitinha.

Fiz uma lista dos locais, dei uns pitacos do que mais chamou a minha atenção e também algumas curiosidades com a ajuda do maridón, porque né?! Para quem não sabe, ele é doutorando em História da Arte aqui em Lisboa, ou seja, estuda exatamente este assunto e o acervo dos museus de Florença faz parte de suas pesquisas.

Confira o que Florença tem de mais especial!

Galleria Degli Uffizi

A galeria é enorme e tem uma coleção impressionante. Você esquece do mundo lá fora e volta no tempo vendo obras de Botticelli, Leonardo da Vinci, e muitos outros famosos (ou não) do Renascimento. A minha ansiedade por este lugar estava diretamente ligada à dois principais quadros: Primavera e O Nascimento de Vênus. Primeiro porque é um quadro maravilhoso mesmo, ponto. Segundo porque eu sou uma grande admiradora de quadros que colocam a beleza feminina de modo tão puro, natural e tênue. Fico hipnotizada como o artista consegue captar e projetar na tela de forma tão real. Mas gente, se eu ficar aqui falando eu não termino este post nunca, né non? E por outro motivo também, eu não tenho o conhecimento da Arte para saber porque gosto tanto, vou mais pela emoção.

 

Teto da Galleria Uffizi

Teto da Galleria Uffizi

Inspiração de poses 🙂 #blogueirinha

  • Maior museu de Florença!

Duomo e Cúpula

A fachada da Catedral de Santa Maria Del Fiori (a Duomo de Florença) foi um dos monumentos mais impressionantes que eu já vi de perto. É linda, toda de mármore e com cores mais claras (cinza, rosa, verde).

Com relação à Cúpula, realmente não tenho palavras. No seriado (o link esta no post anterior) você encontra a história completa e também sobre o artista Brunelleschi, o gênio-engenheiro-arquiteto-e-inventor que está por trás desta construção. A história é fantástica, revolucionária e muito emocionante. Só queria dizer que, à medida que você vai subindo as escadas (que são bem estreitas e claustrofóbicas) a ansiedade aumenta e você não acredita no que está por vir…

Cúpula

Curiosidades Duomo e Cúpula

  • O primeiro projeto da Cúpula é de 1402, mas ela terminou de ser construída em 1461.
  • Enquanto todos em Florença tinham medo que a Cúpula desmoronasse por conta do seu tamanho, o arquiteto Brunelleschi tinha mais medo que a copiassem.
  • Por 600 anos, ninguém foi capaz de entender o projeto de construção da Cúpula. Foi só agora no século XX que o mistério foi desvendado por um arquiteto.

Palazzo Strozzi

Como falei no outro post sobre Florença, uma das vantagens do Firenzze Card é poder entrar em alguns museus sem se preocupar com valor do ingresso ou fila. O Palazzo Strozzi estava no caminho e foi um destes casos. O Palácio era de uma família rival à família Médice e está entre um dos mais bonitos de Florença, sempre com ótimas exposições temporárias. A que nós vimos, era de artistas do final do Renascimento.

 

Galleria Dell’accademia

O acervo é inacreditável, você faz uma imersão e volta no tempo, alguns bons mil anos, coisa de a.C. mesmo. No entanto, devo confessar: estava tão ansiosa para me deparar com o David de Michelangelo, que algumas (várias) obras passaram despercebidas. Mas ó, não há o menor problema nisso, acho eu. Aproveitei o meu tempo na Galleria para observar o David e foi realmente hipnotizante e mágico. É impossível não se deixar levar, a sua mente se questiona automaticamente quando você fica frente a frente com a estátua. Como será que foi o trabalho árduo do artista? Como ele conseguiu esculpir uma pedra tão grande? Quanto tempo deve ter levado?

Curiosidades David de Michelangelo

  • A estátua foi construída entre 1501 e 1504.
  • Michelangelo tinha apenas 26 anos quando fez a estátua.
  •  A encomenda foi feita para que o David ficasse dentro da Catedral, mas uma comissão – entre os seus membros Sandro Botticelli e Leonardo Da Vinci – decidiu colocá-lo na Piazza della Signoria, o coração político de Florença.
  • Foram necessários 4 dias e 40 homens para que a escultura saísse do ateliê de Michelangelo e chegasse à Piazza.
  • Dois escultores já tinham tentado usar o mesmo bloco de mármore, mas desistiram devido ao tamanho da pedra e as deformações. Só depois de 25 anos, Michelangelo esculpe nesta pedra.

 

Muito lindo, né non?! Mas não acaba por aqui. Amanhã tem a última parte deste post sobre Museus, Galerias & Monumentos para visitar em Florença e em seguida os looks que usei por lá.

Beijinhos Ju

4 Comments
Deixe um comentário
4 Comentários
  1. mãezinha
    21.11.2017

    Fantástico! !!!
    Fiquei apaixonada por Florença, desde que assisti a aula do meu querido,apaixonado, inteligente, lindo genro.
    Espero muito ter a oportunidade de conhecer.
    Parabéns pra vcs

  2. Wilson Acacio
    21.11.2017

    Minha Juju:
    Parabéns pelos textos – muito didáticos- e também pelas fotos inseridas.
    Espero que um dia, quem sabe, eu também possa visitar esta cidade que, pelo que você mostrou, é fascinante!
    Ah, mais um detalhe: quero ir acompanhado por você e pelo mestre Iria que sabe TUDO das obras lá encontradas!

  3. Elizabeth
    21.11.2017

    Muito bom. Bjs

  4. Heloisa maria
    16.12.2017

    Em 3 dias, se ve, pouco ou nada de Firenze, eu moro aqui quse 30 anos, e posdo garantir, ainda nao vi tutto, a historia da famiglia MEDICI, è stupenda