Lifestyle

Museus, Galerias & Monumentos para visitar em Florença – Parte II

Por Ju Acácio - 22 de novembro de 2017

Oies! Vamos continuar esta série sobre o que ver em Florença? É tanta coisa que foi preciso dividir em duas partes, por isso, não deixe de conferir o primeiro post aqui. E tem também como se preparar para entender melhor a história da cidade, aqui. Sem mais delongas, vamos continuar com os meus pitacos e recomendações sobre o que você não pode deixar de ver em Florença?! Andiamo!

 

Capela Brancacci

Eu acho a história da pintura desta capela bem divertida. Ela foi uma encomenda da família Brancacci ao pintor Masolino de Panicale. O pintor precisou viajar e para dar andamento à pintura, colocou o assistente Massaccio. O substituto se mostrou muito melhor que o mestre e todos em Florença ficaram impressionados. Com isso, foi ele quem finalizou a pintura da Capela que revela o início do estilo Renascentista.

Curiosidade Capela Brancacci

  • A Capela Brancacci é considerada a Capela Sistina do início do Renascimento.
  • Igreja Santa Trinitá – Os afrescos são de Guirlandaio e depois de conhecer um pouco mais outras obras do artista, tive motivos de sobra para ficar curiosa e querer ver as ilustrações que ele dentro da igreja.
  • Embora menos conhecido, Massacio foi muito importante para as gerações posteriores. Quando morreu aos 27 anos, os artistas Leonardo Da Vinci e Michelangelo manifestaram que a morte de Massaccio era uma enorme perda para Florença.

Batistério

É lindíssima e pode te deixar tonto se você tentar observar todos os detalhes de uma só vez. A cúpula também é monumental e linda, confira as fotos!

Museu Nacional de San Marco  (antigo Convento de San Marco)

Convento tem um clima todo especial, né? É mais silencioso e tem uma energia respeitosa no ar. Você pode conhecer os leitos dos monges e também o quarto de Cosme de Médice, líder de Florença, que lá fazia os seus retiros religiosos. O local é considerado o museu de Fra Angélico, monge pintor que decorou todo o local.

Palazzo Pitti

Este palácio também foi projetado por Brunelleschi e é de 1458. As salas são super pomposas, com uma coleção extraordinária da Família Médice. Pelo poder que eles tinham, conseguem imaginar a quantidade de peças incríveis que eles juntaram?  Algumas fotos vão demonstrar melhor, vejam vocês.

Era aqui que Napoleão tomava banho

Curiosidades Palazzo Pitti

  • Comprado pela família Médice em 1549.
  • Já foi usado como base militar por Napoleão Bonaparte.
  • Foi residência oficial dos reis italianos.
  • No século XX a coleção de arte foi aberta ao público e tornou-se um dos maiores museus de Florença.

Museus Salvatore Ferragamo

Ah gente! Esse museu foi um xodozinho. Não estava em nossa programação, mas eu amei voltar na década de 20 e ver alguns modelos de sapatos lindos desenvolvido pelo Ferragamo. Um clima náutico que condizia com o estilo de vida dividido entre Estados Unidos e Itália, percurso este que ele fazia em cruzeiros e navios.

Ponte Vecchio

Esta ponte desde o século XIII funcionou como um corredor de açougue da cidade. Jogar restos de carne no Rio X não era um problema na época. Mas, no século XVI, por um decreto a ponte seria uma área nobre para o comércio de jóias.

Curiosidades Ponte Vecchio

  • Sua primeira construção é de 966.
  • A época da construção que vemos hoje ainda é um mistério.
  • Em 1565, o artista Giorgio Vasari constrói um corredor como um segundo andar da ponte para a família Médice passar e não ter contato com os cidadãos de Florença.
  • Uma visita de Hitler em 1939 a Florença pode ter impedido que a ponte Vecchio fosse destruída no ano de 1944. O ditador parece ter se encantado pela beleza da ponte e quando os alemães bombardearam a cidade todas as outras pontes foram destruídas, exceto a Vecchio.

 

Espero que tenham curtido o conteúdo sobre arte e a linda cidade de Florença aqui no blog. Amanhã tem o post com os looks 🙂

 

Beijinhos!

 

Facebook Comments

0 Comments
Deixe um comentário