Lifestyle

Retrospectiva 2017: melhores filmes, séries e documentários.

Por Ju Acácio - 27 de dezembro de 2017

Foto: Blog Free People

Ainda em clima de retrospectiva, fiz um apanhado do que mais me prendeu na frente da telinha nos momentos de descanso e lazer. Diga-se de passagem: amo surra de Netflix aos finais de semana, filminho com pipoca no frio e troco um jantar na rua para me embolar no edredom e assistir um bom seriado. Soou muito preguiçoso de minha parte? Ui!

Então tá. Fiz uma listinha com tudo de melhor que assisti ao longo de 2017, independente do lançamento ter sido de fato este ano e da classificação do conteúdo, ou seja, tá valendo filmes, séries e documentários. Ao mesmo tempo que é uma retrospectiva para mim automaticamente passa a ser uma sugestão para vocês, né non? Para não ficar enorme fiz um Top 10 e dividi em duas partes com tudo que mais amei.

Comentem aqui comigo se já assistiram ou irão assistir. Bora?  

1.    Série: The Handmaid’s Tale

Esta série me tirou completamente o fôlego! Sem dúvida, foi a número 1 entre todas as opções, uma das melhores que já vi na vida. Uma história que se passa futuro e fala sobre uma visão religiosa radical e cheia de regras rígidas de um novo país criado dentro dos Estados Unidos. Episódios recheados de uma proximidade assustadoramente real, com personagens complexos e que você precisa assistir e conhecer melhor.

2.       Série: Twin Peaks

Uma série que começou e se passou na tv americana na década de 90 com a investigação do assassinato de Laura Palmer, na cidade de Twin Peaks. Sem muitas delongas e sem spoiler, o último episódio da segunda temporada se passa em 1991 e uma das principais personagens termina a temporada com a frase emblemática “Te vejo daqui a 25 anos. ”

De fato, se passaram 25 para que a terceira temporada fosse ao ar, não é demais?  Na época, essa frase soou como provocação, afinal, quem poderia imaginar que uma série retornaria para uma nova temporada, com os mesmos personagens, 25 anos depois? A história de Twin Peaks é complexa, fantasiosa, criativa e não se compara com nenhuma outra série que eu já tenha visto. Para não ficar enorme, veja uma crítica mais detalhada que encontrei na web.  

3.       Série: Modern Family

Amo os episódios curtos, ácidos e muito divertidos de Modern Family. Não consigo distinguir qual é o melhor personagem porque acho graça de todos eles, sem exceção. Não é maravilhoso quando a gente ama de paixão todos os personagens? Vai soar maluquice mas, emocionalmente, Modern Family preenche o meu coraçãozinho do mesmo jeito que Friends preenchia antigamente. Aceite esta minha sugestão e (assim como eu) caia na gargalhada com esta família muito moderna do interior dos Estados Unidos.

4 – Filme: Shivá – Uma Semana e Um Dia

Após uma semana de luto pela morte do filho, um período conhecido no judaísmo como Shivá, os pais se esforçam para voltar à rotina. No filme há pouca informação sobre o filho do casal, apenas que ele era jovem e se tratava com maconha medicinal. A tal maconha do tratamento é encontrada no quarto do hospital e o pai faz uso juntamente com o melhor amigo do seu filho e tenta amenizar a dor e ter uma nova perspectiva de vida. O filme é uma história de dor com toques irônicos e engraçados. Vale por pelo menos duas cenas: o ensaio para o festival de guitarras imaginárias e a mimica de uma cirurgia de câncer. Interessou? Então assiste e me fala.  

5 – Documentário: Lady Gaga: Five Foot Two

Eu sou fã da Gaga, então adorei poder ver como ela é na rotina de produtora, sem maquiagem, sensível, bem à vontade, mas muitas vezes preocupada e atenta ao seu papel como artista. Sem mais, hahaha! Vê e me fala se a Gaga não é diva mesmo?!

 

A segunda parte sai já amanhã. Não vai perder néan?

 

Beijinhos Ju

Facebook Comments

0 Comments
Deixe um comentário